Benefícios do treinamento de força para a corrida

Benefícios do treinamento de força para a corrida

O sedentarismo, que nada mais é que a inatividade ou a redução da capacidade de movimentar-se, normalmente manifesta-se associada a patologias, como: cardiopatias, hipertensão arterial, altos índices de gordura corporal, problemas articulares e lombálgicos.

Atualmente, o número de pessoas que buscam exercícios físicos como remédio para esses problemas vem aumentando e como dados recentes do IBGE informam, a caminhada está entre as atividades mais praticadas entre os brasileiros. O exercício é viciante e traz muitos benefícios à saúde.

Devido a isso, várias atividades têm se desenvolvido em locais públicos, principalmente a caminhada e corrida. Com essa popularização, houve um crescimento significativo de assessorias de corridas e de corridas rústicas pelo Brasil.

Mas acima de tudo, nosso objetivo é “correr para a vida” de forma saudável e sem lesões. Para isso, precisamos planejar nossas rotinas de treino de corrida em conjunto com o treinamento de força (musculação, treinamento funcional, pilates).

A abordagem do treinamento de força para corrida é diferente do trabalho realizado pela maioria das pessoas em academias. Trata-se de um trabalho de fortalecimento e de resistência para aprimoramento da técnica de corrida. O estímulo muscular gerado por esse treinamento aprimora a coordenação intramuscular e intermuscular, além melhorar a capacidade de recrutamento das fibras musculares, ajudando na economia de energia durante uma corrida.

Outra adaptação muito importante do treinamento de força para corredores é a capacidade de armazenamento de glicogênio nos músculos. WEINECK (2003) demonstrou em seu estudo que, quanto maior o depósito de glicogênio, melhor o desempenho nas atividades de Resistência. Com isso não há prejuízo nas funções do sistema nervoso central, ajudando ao corredor, mesmo em corridas mais intensas, a não ter sua capacidade motora reduzida, o que é importantíssimo para evitar lesões.

Sendo assim, procure adicionar ao seu planejamento o treinamento de força, pois além desses benefícios para ajudar na sua corrida, traz muitos outros benefícios para a saúde e longevidade.

É sempre importante ter o acompanhamento de um médico cardiologista para realizar a avaliação cardiorrespiratória e de um profissional de educação física para orientação e prescrição do seu treinamento, afastando o risco de lesão ou de algum problema maior.

 

Alexandre Prado é profissional de Educação Física e Especialista em Fisiologia do Exercício: Prescrição do Exercício.

Compartilhe: Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Comentários

  1. Muito bom. Sugiro acrescentar alguns exemplos de exercícios de fortalecimento e flexibilidade!

Deixe seu comentário

Avalie este evento:
Classifique:


O seu endereço de e-mail não será publicado.